terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Really? (repost)


A: O mundo é uma hipocrisia! Onde quer que você olhe irá ver mensagens de amor falsas, músicas mentirosas escritas somente para alcançar sucesso, filmes de sétima categoria que mostram que qualquer um pode amar! Maior hipocrisia conhecida: nós mesmos!
B: Não concordo muito contigo.
A: E por quê? Você sabe que eu estou certo e ponto.
B: Não. Você está generalizando. Há canções belas escritas por uma alma perdida que quer encontrar sua cara metade. Há roteiros e livros escritos de tal maneira que o amor seja tema principal porque, convenhamos, o amor é a maior incógnita em nossas vidas. Vamos amar? Seremos amados? Não há como sabermos quem irá conquistar nosso coração ou quando e muito menos saberemos quem irá quebrá-lo ou dá-lo aos braços de um fogo que o fará queimar até sangrar. O que a sociedade apresenta não é hipocrisia. É sonho. Desejo. Ou você também não quer alguém? Se quer alguém hipócrita, procure algum político. Não um escritor. Não um compositor. Não uma pessoa que consegue amar.
A: Você só diz tais coisas por causa daquela vadiazinha que vem saindo..
B: Não preciso pagar para conquistar uma mulher. Não sou um hipócrita que só sabe reclamar e que sempre prefere pagar um custo monetário do que apostar seu coração num jogo assassino. Hipócritas são assim mesmo: enxergam o que acontece e sabe o que querem, mas são covardes demais para lutar por algo que possa machucar. E por isso mesmo que não preciso de vadias, seja lá como prefere chamar. E de qualquer maneira, elas também são pessoas. Não é porque te satisfazem que não possuam alma e coração. Além disso, não sou hipócrita de dizer as coisas apenas por um momento. Sei quem sou. Sei o que quero defender.  E sabe o que é?
A: O que?
B: O amor. Algo que a mentira e pessoas falsas não conseguem enxergar.


(postado originalmente dia 11 de Junho de 2011, às 19:44)

Comentário do autor: esse é um daqueles textos que eu olho, leio novamente e penso "Nossa, eu que escrevi isso?". O interessante é que eu queria fazer algo engraçado, somente para variar. Ia ter uma tirada mesmo, só que acabei indo para um caminho mais sério. Bem mais sério. O resultado foi esse. Uma tirada social e uma mensagem de amor ao mesmo tempo. 

3 comentários:

  1. Esse seu texto ficou muito bom. A leitura fluiu direitinho e eu gostei bastante.
    O que eu acho meio chato hoje em dia é que você não sabe quem são as pessoas que falam verdadeiramente... você não sabe qual escritor só quer fama e qual escreve com a alma, com a paixão que muitos tem. É algo meio difícil de saber, por isso você precisa continuar vivendo e decidir se acredita ou não na bondade das pessoas, se existe ou não um interesse. Eu acredito mais que as pessoas sejam boas, eu realmente tento acreditar e consigo, lógico que às vezes vem a decepção, às vezes a máscara cai, mas enquanto ela não cai, eu acredito que exista amor de verdade e todas essas coisas que algumas pessoas falam sem pensar ou sei lá.
    Belo texto, parabéns ;)

    ResponderExcluir
  2. Um dos textos mais lindo e sinceros que eu já li.
    "Hipócritas são assim mesmo:enxergam o que acontece e sabem o que querem,mas são covardes demais para lutar por algo que possa machucar."
    Me sinto uma hipócrita,apesar de acreditar na pessoa B,mas é realmente dificil ter coragem pra se jogar de novo,quando ninguém nunca te impediu de cair...

    ResponderExcluir
  3. Olá, meu nome é Fiel e eu sou o cara :D acho que nunca comentei no seu blog e então essa será a primeira vez! PARABÉNS, eu admiro muito a pessoa que você, admiro mais por saber que você acredita que o amor ainda existe e que ele pode nos salvar ;) Bem como você disse que gosta desse texto, porque eu também curti, mil vezes!

    ResponderExcluir