quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Passatempo


Acendo outro cigarro e me escondo na névoa cinza que ele forma. Escondo-me da verdade tão infame que você deixou. A verdade que seriamente murchou meu coração e me trouxe a incompreensão. Tento me afastar dos problemas com uma tragada. Suspiro uma fumaça cinza e letal a minha frente. Respiro o mesmo ar infectado. O mesmo ar que, uma vez, você já respirou. É assim que mato tempo: me matando; te matando. Ou pelo menos o que sobrou de você em mim.

3 comentários:

  1. OI GOSTEI MUITO SO SEU BLOG PARABENS
    QUE TAL GANHAR UM DINHEIRINHO COM ELE?
    ESSE É O MELHOR PROGRAMA DE AFILIADOS DO BRASIL
    CONFIRA http://www.cursos24horas.com.br/parcerias/parceiro.asp?cod=promocao28933&id=29244&url=afiliados
    ABRAÇO
    LUIS
    LCSONLINE O BLOG DO RISO

    ResponderExcluir
  2. até que tudo se vá para sempre.
    ou a loucura chegue de vez.

    ResponderExcluir
  3. Foi meio que cortante ler isso, pra mim. Lindo.

    ResponderExcluir