terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Vício



Ah, como você me vicia.

Parece cocaína para meu cérebro.
Nicotina para meus pulmões.
Uma dose de heróina para meus ossos e para meu coração.

Deus sabe que você é péssima para mim, mas não aguento outro minuto longe de você
Pode me arruinar.
Confundir meus sentidos.
Distorcer minha visão.
Me matar.
Não importa. Eu tenho que te usar.
Você me faz bem.
Me faz sentir vivo, com uma alma.

Ah, sua droga.
Você me viciou sua maldita.
Todos sabem disso.
Está estampado na minha cara e nos meus olhos.

Tratamento não irá adiantar.
Mudarão minha mente e não meu coração.
E meu coração está viciado em você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário